8 de fev de 2017

Tuberculose em Cães


Imagem relacionada

A tuberculose apesar de ser mais rara nos cachorros, pode ser passada para o ser humano (e vice-versa),sendo assim uma zoonose e portanto bem importante.

Os cães se infectam ao coabitarem com pacientes humanos ou ao consumir repetidas vezes produtos contaminados (como por exemplo leite cru, vísceras ou cadáveres de animais doentes).

É causada por bactérias do gênero Mycobacterium.Sendo que em torno de 75% dos casos caninos
são causados pelo M. tuberculosis e somente 25% são devidos ao M. bovis, (OPAS, 1989).

Resultado de imagem para mycobacterium tuberculosis bacteria
Mycobacterium tuberculosis




As lesões no pulmão caracterizam-se por áreas inflamadas de cor vermelha acinzentada que podem confluir e formar cavidades, que se abrirão para a cavidade pleural ou se conectarão com os brônquios.

Estas lesões propagam-se rapidamente e variam desde uma congestão aguda até a hepatização, que consiste na transformação do tecido pulmonar em uma massa sólida semelhante ao fígado.


Sinais Clínicos

Estes podem passar despercebidos,serem confundidos com outras enfermidades ou então pode acontecer de o animal  não demonstrar sinal de que  possui a doença.

Resultado de imagem para tosse em caes

Quando se apresenta de forma sintomática podem ocorrer:

-Tosse seca persistente;
-Tosse com pus ou sangue;
-Dispnéia;
-Relutância a fazer exercícios físicos ou brincar ( fraqueza);
-Perda de peso sem causa aparente;
-Prostração;
-Aumento na ingestão de água;
-Febre e entre outros.

Além dos pulmões a doença pode atingir ossos, rins, meninges,etc.

Diagnóstico

Deve ser feito por um Médico Veterinário,com o auxilio de um exame clínico,exame radiográfico do pulmão e exames laboratoriais.O teste de Mantoux utilizado nos seres humanos pode não ser tão confiável em cães.

Tratamento

O método mais propagado é o uso de terapia de medicamentos de longa duração,até que o cão possa ser considerado curado da infecção.
Em alguns casos,onde o animal pode continuar sendo fonte de infecção,o Médico Veterinário pode apresentar a opção de eutanásia.

Seguindo adequadamente o tratamento e tomando medidas de profilaxia é possível curar o animal sem a necessidade de sacrificá-lo.


Profilaxia

-Evitar o contato de pessoas infectadas com os animais da casa;
-Evitar o contato com outros animais que estejam infectados;
-Não dê leite não fervido ou pasteurizado e vísceras como alimento ao seu cão;
-Nunca dê carne crua,procure (se for fornecer ao animal) dar carnes bem cozidas.


Fontes: Portal do Dog, Melhor Amigo.dog ,Meus Animais
Imagens obtidas na Internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!Seu comentário é muito importante para nós!
Comentários sobre,críticas,e pedidos são feitos na página de Contato,ou então,nos mande um e-mail: guiaanimal-contato@hotmail.com
Obrigada!

 

Criação gráfica
e sistema por:
Malu Favero
| Proibida a cópia
| Bem Vindos