24 de jan de 2017

Hipertermia em Cães no calor

Resultado de imagem para dias quentes e cachorros

A hipertermia é bastante perigosa e pode levar o animal a morte.Em dias muito quentes,associados ou não com atividades físicas e até estar em locais quentes como um carro pode levar o corpo do seu pet a um super aquecimento e comprometendo o funcionamento dos órgãos,pois a temperatura corporal normal dos cães gira em torno de 38 e 39ºC.

Resultado de imagem para hipertermia cachorros

Em um quadro de hipertermia o cachorro pode apresentar seguintes sintomas: salivação excessiva e de textura grossa,apresenta o língua azul (cianose de mucosas),mostra-se extremamente ofegante, mesmo quando já tirado da situação de calor,andar cambaleante e desorientado,mucosas hipercrômicas (muito coradas) e gengivas cor de tijolo.Pode apresentar também vômitos,diarreia, convulsões e perda de consciência.
Puxar a guia para um local de sombra ou não querer mais andar são sinais que seu animal pode dar.




Em caso de hipertermia com seu pet o  tutor deve buscar tirar o cão da situação de calor o mais rápido possível,oferecer água fresca e tentar abaixar sua temperatura corpórea,como colocar sobre ele uma toalha molhada e mantê-la úmida por exemplo.E o mais importante: o animal deve ser levado imediatamente ao Médico Veterinário, para as providências médicas necessárias.Porém em casos a temperatura já ultrapassou os 41°C  as medidas citadas podem não fazer efeito e, portanto, o melhor é correr para o Veterinário.
Uma ação totalmente contra-indicada é dar um banho de água fria para baixar a temperatura do corpo de um pet com hipertermia, pois o animal pode ter um choque térmico com essa mudança tão brusca de temperatura.
Resultado de imagem para dias quentes e cachorros


Mas por que acontece a hipertermia?

Os cães não suam como a gente, a regulação térmica corporal é feita principalmente pela respiração.Eles não possuem muitas glândulas sudoríparas,elas estão nos coxins ("almofadas" das patas) e nas narinas.Em temperaturas muito altas esse sistema costuma não dar conta.


Animais mais propensos:

Animais obesos,idosos,filhotes com menos de 6 meses, animais com problemas cardíacos, doentes ou que tem a respiração mais difícil por natureza também entram no grupo de risco, assim como os que têm uma pelagem muito espessa ou são de grande porte e praticam exercícios sob o sol quente.Além de raças braquicefálicas (do focinho achatado,como por exeplo Pugs e Shih Tzus),pois têm maior dificuldade para fazer essa regulação de temperatura,já que o “canal” nasal é mais curto, o que torna a respiração mais difícil, já que a passagem do ar apresenta maior resistência.



É melhor prevenir que remediar não é?

Resultado de imagem para dias quentes e cachorros

Então é importante sair com seu pet em horários com temperaturas mais amenas: bem cedo pela manhã e no final da tarde.Examine o solo e verifique se não está muito quente para seu animal e sempre preste atenção nos sinais e sintomas que ele pode apresentar.E não pratique atividades físicas com seu cão em dias muito quentes.

Resultado de imagem para dias quentes e cachorros

Ofereça sempre água fresca e tenha sempre a disposição durante todo dia e um local com sombra.
Nunca!Nunca mesmo,deixe seu animal no carro, um automóvel pode chegar rapidamente a 70ºC.




Fontes: Alexandre Rossi(Canal do Pet) e Cachorro Gato
Imagens obtidas da internet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente!Seu comentário é muito importante para nós!
Comentários sobre,críticas,e pedidos são feitos na página de Contato,ou então,nos mande um e-mail: guiaanimal-contato@hotmail.com
Obrigada!

 

Criação gráfica
e sistema por:
Malu Favero
| Proibida a cópia
| Bem Vindos